Poesia & Conto

Desir | Morgado Mbalate

Foto de Eye for Ebony na Unsplash

pintura de João Timane

 

pintura de João Timane

 

Beijo
ardente
na madrugada
africana.

 

Desejo intenso
que me torna
céu e mar.

 

Eu e tu
cinzas
do mesmo pó.

 

Teus olhos
a casa do mar.

 

Eu e tu
somos
um só.

 

Faço amor
com os teus
olhos imensos,
dentro da alma pura
da aurora.

 

Teu sorriso
lua cheia
que ilumina
e fascina
os meus olhos.

 

Teus lábios
sobre os meus,
fogo incandescente
no peito da terra.

 

Meu coração,
tua casa do hoje
e do amanhã.

 

Desir,
meu amor
até à eternidade.

 

fotografia de Morgado Mbalate

Morgado Henrique Mbalate, mais conhecido por Morgado Mbalate ou o Anjo das Palavras, é Escritor e Poeta moçambicano. Nasceu em Maputo, a 6 de Setembro de 1993. Licenciado em Filosofia (USTM). É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO); Cofundador do Círculo Académico de Letras e Artes de Moçambique (CALAM). Autor dos livros Odisseia da Alma (2016); A Arte Suave da Palavra (2020); Co-autor do CD de Literatura Negra O que nos a Bala (2018). De entre prémios e distinções, destaque para o Prémio Bicentenário de Dostoiévski (2021); Prémio Mundial de Poesia Nósside (2014), e Prémio Fernanda de Castro do IV Concurso Internacional de Poesia e Prosa (2017). Participou da 4ª edição do Festival Internacional Earthquake Terramoto (2021). Seu poema “Africanizando” foi reproduzido em vários livros didáticos do ensino fundamental brasileiro, e seus textos foram traduzidos para francês, inglês, espanhol, italiano, e são estudados em escolas e Universidades em Moçambique e no Brasil.

Qual é a sua reação?

Gostei
0
Adorei
0
Sem certezas
0

Também pode gostar

Os comentários estão fechados.