Política

Pitacos, piruadas, pitecos I | Xico Simonini

Foto de Mattia Pavesi na Unsplash

“A conscientização não penetra através dos cinco sentidos. O processo é sádico, no qual, e ao mesmo tempo, o Alienado, em decúbito dorsal, é conscientizado através de esfoladas, raladas e sangradas.” In: No ‘Reino de Fundanga’, página 43.

 

Watson para Sherlock: Chefia, o que faz um pobre Ferrado, Lascado e Fudido defender com unhas e dentes o Governo Bozovírus? Elementar, meu caro Watson! Exatamente por ele ser um Ferrado, Lascado e Fudido ou, em linguagem filosófica, um Alienado, Coisificado e Massificado!

 

Depois de tanta imbecilidade, ganância, sacanagem, criminalidade e impostura, aqui e acolá, mundo afora, mundo adentro, este escriba recua 45 anos, precisamente, 1975, quando o Sobrinho Beto, do alto de seus, apenas e tão-somente, 6 anos de idade, sentenciava: “Tio, Tio Meu! O projeto da Humanidade fracassou!”

 

Evangélicos, seguindo o Mito, defecam, urinam e vomitam palavrões, pachouchadas e porcarias, tais e quais: Foda-se! Seu Porra! Filho da Puta! Seu Bosta! Vai à Merda! Defecam, urinam e vomitam, sim, pois, ungiram tal vocabulário com as águas do Rio Jordão. Deus no comando, Mermão! Amém!?!? Aleluia!?!?

 

Você se acha Elite, hein, Babaca? Financiou o carro em 40 meses? A casa em 40 anos? Você, hein, Babaca? É aquele microempresário que, ora e outra, ou ora e sempre, necessita de empréstimo para manter sua empresa? Então, você, Babaca, não passa de um reles Rato acuado, permanentemente, pelo Gato faminto!

 

Relações cortadas por causa de Política? Brigando por causa de Política? Absurdo! Absurdo o cacete! Política é a arte de administrar o lar. Lar este que pode ser nosso lar, nosso negócio, nosso Município, nosso Estado, nosso País. O próprio ar que eu, você e todos respiram. A Política determina nossa vida, nossa morte! Vai estudar um tiquinho, um bocadinho, um pouquinho só!

 

Se o irmão anda meio sujo, necessitando de uma purificação espiritual, use o Sabonete da Purificação, o sabonete da Igreja Universal. Por apenas 110 reais, o fiel lava a alma e o Bispo Macedo lava a égua. Amém!?!? Aleluia!?!?

 

A Toga vagava deprimida, cabisbaixa, abatida. Chorava a cântaros. Desmoralizada, desacreditada, desonrada. Nenhum deles Ela conseguia mais cobrir! Todos nus. Até suas vergonhas. Pelancas flácidas, balofas, enrugadas, caídas. Ela, a Toga? Impotente, esgotada, desarmada, fraca. Uma Toga de veludo chorando, as bundas de fora.

 

Fica proibido denominar o eleitor do Bozovírus de Alienado. É gastar vela com mau defunto. Alienado é uma expressão Filosófica… Abstrata… Metafísica… Ele não a merece! Que se permute, então, o  acadêmico Alienado pelo popular Idiota!

 

À tua direita, Abastados surrupiarão. À tua esquerda, Engravatados saquearão. Atrás, Togados depenarão. Detrás, Fardados golpearão. Em cima, Apostolados dizimarão. E o Brasil? Surrupiado! Saqueado! Depenado! Golpeado! Dizimado!

 

Estes Pitacos, Piruadas e Pitecos I são algumas das 500 Elucubrações publicadas nos volumes I, II, III, IV e V, até à data de 05/09/2021. Todos os volumes podem ser curtidos no Blog xicosimonini.com. Acessar: ELUCUBRAÇÕES / Clicar: Acessar Conteúdo.

 

Fotografia de Xico Simonini

Francisco Simonini da Silva (Xico Simonini)  nasceu em Viçosa, MG, no dia 18 de novembro de 1941. Em sua cidade natal, em Belo Horizonte (MG), Florestal (MG), Pará de Minas (MG), Divinópolis (MG), Piracicaba (SP), Assis (SP), Primeiro de Maio (PR), Juiz de Fora (MG), Cataguases (MG), Ponte Nova (MG) e, recentemente em Santo Antônio de Pádua (RJ) construiu sua trajetória de professor e administrador do sistema educacional, além de marcante atuação na imprensa e na militância político-partidária. Aposentou-se como professor-adjunto na Universidade Federal de Viçosa (UFV), onde exercia suas funções no Departamento de Educação, do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Vem atuando, há mais de cinquenta anos, no sistema educacional público e privado (da educação infantil à pós-graduação), no ensino, pesquisa, extensão e administração. Por iniciativa individual ou coletiva participou da fundação de uma dezena e meia de escolas e cursos em todos os níveis. Sua trajetória é marcada por vigorosa atuação política, partidária e sindical e em campos diversos, como músico, desportista, comentarista esportivo, escritor, poeta, chargista e responsável pela publicação do semanário viçosense “Muzungu”.

Qual é a sua reação?

Gostei
2
Adorei
8
Sem certezas
0

Também pode gostar

Os comentários estão fechados.

More in:Política